how to create your own website

Artes Marciais

São disciplinas físicas e mentais codificadas em diferentes graus, que tem como objetivo um alto desenvolvimento de seus praticantes para que possam se defender ou submeter o adversário mediante diversas técnicas. Atualmente, as artes marciais, são também praticadas como desporto de combate. Existem diversos estilos, e no Tênis você encontra Judô, Jiu Jitsu e Muay Thai.

Judô

Categoria
DiasHorários ProfessorNível
05 a 08 anos2ª e 4ª 17h30 às 18h30Marco Aurélio Iniciantes
05 a 08 anos2ª e 4ª 18h30 às 19h30Marco Aurélio Iniciantes
09 a 12 anos2ª e 4ª 19h30 às 20h30Marco Aurélio Iniciantes
05 a 12 anos10h00 às 11h30Marco Aurélio Iniciantes
05 a 12 anos10h00 às 11h30Marco Aurélio Iniciantes
05 a 12 anos10h00 às 11h30Marco Aurélio Iniciantes
05 a 12 anos17h30 às 19h00Marco Aurélio Iniciantes
Jiu-Jitsu     
+ de 15 anos3ª e 5ª 19h00 às 20h30Guilherme Iniciantes
      
 Muay Thai     
 + de 15 anos 3ª e 5ª  19h30 às 21h00   Julio Cezar  Iniciantes

Sede Social

Judô R$ 35,00
Jiu Jitsu R$ 45,00
Muay Thai R$ 45,00 

História do Judô:
O nome desse esporte já explica muito sobre sua origem. A junção das duas sílabas da palavra Judô, traduzidas do japonês, significam o caminho suave. Isso por que o professor de Educação Física Jigoro Kano, estudou outra modalidade de luta, o Jiu-Jitsu e verificou quais aspectos deveria mudar para criar um combate mais defensivo.
O Instituto Kodokan foi fundado no ano de 1882, pelo próprio Kano. A intenção do mestre japonês sobre a mais nova arte marcial era de agregar todos os tipos de público. Aliada a um código moral baseado em: cortesia, coragem, honestidade, honra, modéstia, respeito, autocontrole e amizade.
Em 1886, uma competição foi organizada no território japonês contando com a participação das escolas de lutas da época. Evento que propagou a modalidade para todo o país. Chegou primeiramente à Inglaterra por volta de 1899, em seguida desembarcou três anos após nos Estados Unidos, retornando à Europa, desta vez na França, em 1905.
O Judô espalhava-se pelos quatro cantos do mundo, aterrissando no Brasil entre os períodos de 1920 e 1930, logo após a chegada dos imigrantes japoneses. Dentre eles havia praticantes, alguns nomes como Takaji Saigo e Geo Omori abriram uma escola em São Paulo, entretanto não obtiveram sucesso. Até mesmo o professor Eisei Maeda, entrou no país por Porto Alegre, passou pelos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, no ano de 1922, também não garantiu muitos adeptos. A consagração do esporte em terras brasileiras veio depois da abertura da Academia Ogawa, fundada pelo professor recém-chegado Riuzo Ogawa, em 1938.
Benefícios:
- Diminui o stress; - Defesa pessoal, tanto para homens quanto para mulheres; - Aumenta a autoestima, autoconfiança e desenvolve o caráter (esporte de conquista individual); - Trabalha e define o corpo, como os braços, abdômen e quadril;
- Desenvolve a resistência e condicionamento do organismo, acelera o metabolismo, melhora a capacidade cardiovascular e respiratória, agilidade, equilíbrio, velocidade, coordenação, reflexo, flexibilidade e disciplina;
- Desenvolve os valores como honestidade, humildade, solidariedade e respeito;
- Fortalece a parte espiritual.

História do Muay Thai:
O Muay Thai, também conhecido como boxe Tailandês, é um esporte originado na Tailândia, com mais de 1000 anos de existência. O esporte teve muita popularidade, pois na época em que começou teve o apoio do rei da Tailândia, conhecido como Tigre, o mesmo foi um dos maiores lutadores da história da Tailândia, e por sua popularidade o treinamento também era ensinado nas escolas, além de ser obrigatórios para os soldados. Já no Brasil o Muay Thai chegou no ano de 1979. Em 1980 foi inaugurada a primeira associação e em 1981 foi disputado o primeiro campeonato entre o Rio de Janeiro e o Paraná.
Conhecido como um esporte de combate muito violento, com o uso dos cotovelos, joelhos, golpes com a canela, chutes e também golpes giratórios.
Esta arte tem técnicas de ataque e defesa, e é um tipo de arte marcial onde existe muito atrito com o adversário.
Nos tempos em que o Muay Thai surgiu na Tailândia, os monges budistas tinham a tradição de tatuar o corpo para se ter a proteção divina, e com isso também acreditam que têm a capacidade de conseguir a admiração dos adversários. E esta tradição também existe no Brasil, a grande maioria dos lutadores tem tatuagens pelo corpo. O símbolo no muay thai é a cobra Naja, pois como a Naja os lutadores devem ter um bote veloz e preciso e também bom reflexo.
Benefícios:
- Defesa pessoal, tanto para homens quanto para mulheres;
- Desenvolve a resistência e condicionamento do organismo, acelera o metabolismo, melhora a capacidade cardiovascular e respiratória, agilidade, equilíbrio, velocidade, coordenação, reflexo e flexibilidade;

História do Jiu Jitsu:
Jiu Jitsu, a tradução das palavras Jiu Jitsu é “arte versátil, suave”.
No Jiu Jitsu usa-se a força e o peso do adversário contra ele, sendo permitido, inclusive, lançar o adversário em queda. São utilizados golpes traumáticos e de defesa pessoal (saídas de gravata, contragolpes, esquivas). Porém, a principal característica da modalidade são os golpes que buscam imobilizar e neutralizar o adversário, através de golpes de articulação, como estrangulamentos e torções das articulações, como braço, tornozelo, etc. É permitido o uso dessas técnicas de luta de chão, com ambos deitados.
São proibidas atitudes como: atingir os órgãos genitais, morder, enfiar os dedos nos olhos, puxar cabelo, torcer dedos, etc.
Quanto à origem do Jiu Jitsu, não há um consenso entre historiadores. A versão mais difundida entre o meio é a de que o Jiu Jitsu teve origem no Japão. Outra versão, muito mais complexa, diz que o Jiu Jitso surgiu na Índia, onde era praticado por monges budistas. Segundo essa versão, o Jiu Jitsu foi levado então para a China, e depois para o Japão, por intermédio da expansão do próprio budismo. A terceira versão defende que o Jiu Jitso originou-se na China.
Já a origem do Jiu Jitso no Brasil não é motivo de desacordo. O Jiu Jitso foi trazido ao Brasil em 1915, pelo japonês Esai Maeda Koma, ou, como ficou conhecido, Conde Koma.
Em 1916, esse japonês conheceu Gastão Gracie, que se tornou um entusiasta do jiu-jitsu. Gastão, então, levou o mais velho de seus oito filhos, Carlos Gracie, então com 15 anos, para aprender a arte com o japonês.
Os Gracie aprimoraram as técnicas do Jiu Jitsu, sendo que, a maior diferença para o Jiu Jitsu tradicional, é o fato de que os japoneses privilegiam as quedas, enquanto a técnica dos Gracie privilegia as lutas no chão.
Atualmente, o Jiu Jitsu brasileiro é mais difundido que o original japonês, sendo inclusive, exportado para o Japão e para todo o resto do mundo.
Benefícios:
- Diminui o stress;
- Defesa pessoal, tanto para homens quanto para mulheres;
- Aumenta a autoestima, autoconfiança e desenvolve o caráter (esporte de conquista individual);
- Trabalha e define o corpo, como os braços, abdômen e quadril;
- Desenvolve a resistência e condicionamento do organismo, acelera o metabolismo, melhora a capacidade cardiovascular e respiratória, agilidade, equilíbrio, velocidade, coordenação, reflexo, flexibilidade e disciplina;


Professor Judô: Marco Aurélio Abud

Graduando em Educação Física e Nutrição – PUC Campinas/SP
Faixa Preta FPJ - Federação Paulista de Judô
Atleta na modalidade desde 1986

Professor Muay Thai:  Julio Cezar da Silva Gomes
Atleta Profissional da modalidade
Especialização na Tailândia
Faixa Azul Escuro – Ponta Preta

Professor Jiu Jitsu: Guilherme Del Campo
Graduando em Educação Física – UNIP Campinas/SP
Faixa Preta CBJJ
Atleta na modalidade desde 2002